(21)2245-6085 - WhatsApp (21)96530-4354 - faleconosco@espacoartedecurar.com.br
Mostrando os lugares marcados com: ventosaterapia

Deixar o paciente roxo com ventosas está errado?

Vários profissionais e alunos me perguntam se deixar o paciente roxo com Ventosas está errado. A minha resposta é sempre - Não, não está errado, mas você pode alcançar os efeitos satisfatórios sem causar roxidão na pele do paciente. Vou explicar melhor. Quando comecei a trabalhar com as terapias orientais utilizava a Ventosa desta maneira, deixando as pacientes todas marcadas, com isso elas não podiam ir a praia. Para uma carioca da zona sul isso é quase que cortar suas pernas. Nós adoramos praia, o local mais social e democrático que temos, adoramos exibir o corpo, idolatramos um corpo  bronzeado. Um fim de semana de sol sem ir a praia é muito sacrifício. Com isso, as pacientes, mesmo com as queixas diminuídas elas não voltavam, pois acreditavam que o benefício alcançado não valia a pena devido ao final de semana perdido, era melhor tomar uma medicação. Tive que criar um método que eu tivesse o mesmo resultado, mas sem as marcas, pois com o sol elas podem marcar a pele para sempre. Comecei a associar a Moxa com a Ventosa, criando um método próprio na aplicação da Ventosa para que não ocorresse manchas ou, se acontecesse, fosse o mínimo possível. Foram anos de tentativas, muitos erros e também muitos acertos até ter uma série de protocolos eficazes para as dores mais comuns em consultório.   Deu certo, tão certo que resolvi compartilhar isso para meus alunos através de um curso. Então criei o primeiro curso associando as técnicas de Moxa e Ventosa e deu muito certo. Vários pacientes são beneficiados com os protocolos ensinados no curso, liberando os desbloqueios existente, sanando a dor e os desconfortos causados pelas atividades do dia a dia. Adoro a Medicina Chinesa e seus recursos, melhor ainda, quando podemos adaptar as técnicas as nossas cultura e realidade, mantendo sempre assim a técnica atual através de sua evolução. Se você gostou deste texto, compartilhe em suas redes sociais. Faça aqui o seu comentário, o que você acha disso?

Saiba mais

Por que Michael Phelps estava coberto de pontos vermelhos???

ventosa

Foto: USA TODAY

Por que Michael Phelps, superastro da natação, estava coberto de pontos vermelhos? O mundo todo devia estar se perguntando durante a prova de revezamento 4x100, na natação masculina do dia 07/08/2016 realizada nas Olimpíadas Rio 2016. Bem, os praticantes e usuários da MTC sabiam da resposta, era Ventosa, umas das excelentes técnicas utilizadas para aliviar a tensão dos músculos. Não só o Michael Phelps utiliza esta técnica, outros atletas dos EUA, incluindo a equipe de ginastas, também tem como rotina a prática da Ventosa como método de recuperação. A técnica baseia-se em "puxar" a pele para soltar os músculos e tendões, ao contrário de uma massagem onde seriam pressionados. banner blog - moxa Com a ajuda da Ventosa, técnica milenar da medicina chinesa, Michael Phelps conquistou a sua 23ª medalha olímpica, a 19º de ouro.   

Saiba mais

Você sabe para que serve a Ventosa?

Ventosa de vidro-2 A Ventosaterapia é um tratamento complementar da medicina oriental onde através da sucção de áreas da pele ou pontos de Acupuntura fortalece e dá resistência contra as doenças e promove a circulação além de ajudar a aliviar os sintomas de várias doenças. Elas estimularão o sistema energético e promovendo assim o equilíbrio.

Há registros sobre o uso da ventosa no antigo Egito, daí podemos afirmar que a sua utilização é muito remota. Ela também é citada nos escritos gregos a.C.

Os antigos barbeiros cirurgiões e praticantes da medicina da Idade Média também aplicavam ventosas em seus pacientes, pois a consideravam indicada na cura de todas as doenças. Por muito tempo a ventosa foi considerada o antibiótico primitivo.

A aplicação de ventosas em áreas do corpo em conjunto com a Acupuntura e/ou Moxaterapia aumenta o resultado terapêutico. Atuando na desintoxicação do organismo a ventosa torna sangue mais limpo e melhora a sua qualidade.

A ventosa atua no interior do corpo, incentivando o corpo procurar o seu equilíbrio. Ajuda o organismo manter sua energia para evitando a instalação da doença. O seu uso constante mantém a saúde, assim como as terapias orientais de maneira geral.

A Ventosaterapia pode aliviar os seguintes sintomas: resfriados, tosse, gripe, bronquite, pneumonia, cólica, soluços, indigestão, enxaqueca, insônia, artrite, reumatismo, tensão muscular, lombalgia, torcicolo, bursite etc.

Após alguns segundos da aplicação da ventosa, pode ser vista através da transparência do copo, uma mancha avermelhada ou arroxeada, dependendo do caso podem aparecer manchas de diferentes tonalidades.

As principais reações são: - Reação Pigmentar - Sonolência - Agravamento dos sintomas.

Quando nos utilizamos da aplicação de ventosas em um paciente pela primeira vez, devemos evitar provocar estímulos de reação muito fortes. Usamos no máximo de 5 a 6 copos dirigidos à área e usar baixa pressão de sucção. Quando sabemos o grau de reação do paciente ao tratamento, utilizamos técnicas mais avançadas.

A ocorrência de sonolência após o uso de ventosas é uma reação considerada normal durante a operação. Mas se ela se tornar muito severa, paramos imediatamente a aplicação, e recomeçamos após 10 minutos, usando pouca pressão. A reação de fadiga é uma ocorrência comum.

Quando tratamos doenças crônicas com ventosas, o paciente pode mostrar sinais de piora por até dois dias após o tratamento, para logo depois se recobrar, é a chamada reação de agravamento. Esta reação é muitas vezes inevitável e esta resposta do corpo deve ser tomada como um processo normal de reação. Portanto, o paciente deve ser avisado o que pode ocorrer.

Pessoas com anemia podem não apresentar a resposta pigmentar, mas, independente desta resposta, estão sofrendo adaptações, portanto o tratamento deve ser continuado

Devemos sempre prestar muita atenção ao grau de incômodo ou dor provocado pela sucção da ventosa aplicada no paciente. Esta sensibilidade serve de guia afinal cada paciente é um indivíduo único.

Se, no dia seguinte, alguma parte do corpo ficou sensível ou dolorida após a aplicação das ventosas (reação muito comum nos casos de dor, reumatismo e insolação), não há necessidade de manter restrições, podemos reaplicar ventosas sem contraindicações. Neste caso, use ventosas diminuindo o período de tempo de aplicação.

Em doenças muito graves ao invés de aparecer à resposta pigmentar, podem ocasionalmente se formar bolhas como se a pele tivesse sido queimada. Esta reação é a típica reação da retirada de elementos tóxicos do sangue.

Atualmente as ventosas mais comuns no mercado são:

Ventosa de vidro Ventosa de vidro

Ventosa de acrílico kit_copos_3-4-5-200x280

Saiba mais

Acupuntura – Uma terapia surpreendente

Acupuntura A acupuntura costuma surpreender os pacientes, pois o nosso diagnóstico e a forma que vemos e tratamos o paciente difere bastante das outras formas de terapias, principalmente as ocidentais. Começando na primeira consulta onde buscamos o diagnóstico na visão oriental, baseados em relatos profundos da pessoa, desde o seu nascimento, como se alimenta, as suas emoções, convívio social, dentre outros. Verificamos também o pulso e a língua, fundamentais no tratamento. A partir daí, selecionamos os pontos e a metodologia de tratamento, podemos também utilizar recursos complementares, tais como: Moxa (utilização de calor através da erva artemísia), Ventosa (sucção da pele através de pequenos potes) e Shiatsu.

As agulhas são inseridas e deixadas no local, manipulando-as regularmente para estimular a Ki (energia que percorre os seres vivos, segundo a visão oriental), por isso pedimos ao paciente que não se alimente imediatamente antes da sessão ou que não esteja faminto. Após alcançado o objetivo, retiramos as agulhas.
Nas sessões seguintes, normalmente após uma semana, fazemos a evolução do tratamento, analisamos o pulso e a língua e a melhora alcançada, caso seja necessário, alteramos os pontos e a técnica utilizada, que não eram possíveis na sessão inicial, devido ao estado do paciente. Estas sessões duram em torno de 1 hora, de acordo com o paciente e, ao final da consulta, ele sabe que por todo esse período foi ouvido e que cuidamos dele e não de sua queixa. Por isso ele fica surpreendido, surpreendido e feliz.

Saiba mais