(21)2245-6085 - WhatsApp (21)96530-4354 - faleconosco@espacoartedecurar.com.br
Mostrando os lugares marcados com: acupuntura

Quando ouvi falar a primeira vez sobre o Shiatsu Expresso

ABRAPP_2009 022 Quando ouvi falar a primeira vez sobre o Shiatsu Expresso questionei o fato de uma massagem com tão pouco tempo de aplicação ser eficaz. Sou Shiatsuterapeuta e trabalho com shiatsu há algum tempo. Até então, considerava esta técnica ideal, achando, inclusive, o tempo de duração da sessão como adequado (cerca de 45 minutos). Naquele momento, a melhor  definição para meus pensamentos era de ceticismo e incredulidade sobre a técnica que estava despontando no mercado. Não acreditava que o Shiatsu Expresso, aplicada em 15 minutos, pudesse relaxar e equilibrar energeticamente. Como eu estava enganado! Que bom, pois graças a esse senso crítico aguçado de minha personalidade, resolvi mergulhar nos estudos sobre o Shiatsu Expresso. Foi pesquisando e realizando cursos que descobri que o Shiatsu Expresso originou-se na Anma e do Shiatsu. A Anma é uma técnica milenar japonesa que, através da pressão, fricção, alongamento, compressão, massagem e estimulação promove a saúde das pessoas. O Shiatsu foi desenvolvido com base na Anma e trabalha sobre os Meridianos, desbloqueando ou estimulando a energia, fazendo com que ela siga o seu fluxo correto e, consequentemente, promova a autocura. O Shiatsu Expresso juntou a tradição dessas duas terapias com a modernidade do nosso dia a dia, buscando atingir os pontos mais tensionados e doloridos do corpo, ou seja, na região das costas, ombros, pescoço e braços. Ela começou a se popularizar em meados dos anos 80, com a sua introdução nos Estados Unidos, e daí para o resto do mundo. Sua proliferação vem acontecendo devido às inúmeras facilidades que o Shiatsu Expresso proporciona, já que temos um dia a dia corrido, e logo, não conseguimos dedicar um momento para relaxar e cuidar de nosso corpo. Tem como principal característica a inovação, uma vez que a massagem é realizada em uma confortável cadeira, especialmente criada para esse fim. Permitindo, inclusive, sua adequação em diversos locais, ampliando a abrangência desta técnica. A pessoa pode ser atendida, em 15 minutos, no próprio local de trabalho, na praia, em eventos ou em suas caminhadas, ou seja, de uma forma acessível. Mas, para que o objetivo seja atingido, é fundamental que se tenha uma sequência onde os principais pontos de tensão sejam trabalhados adequadamente, liberando o fluxo energético dos meridianos manipulados, promovendo assim o relaxamento e o equilíbrio energético. Continuo aperfeiçoando meus conhecimentos a cerca do Shiatsu Expresso mas, confesso, cheguei a uma brilhante conclusão: o Shiatsu Expresso colabora na melhoria da qualidade de vida do ser humano!

Saiba mais

Menopausa, como a Acupuntura pode ajudar

Atendi esta paciente pela primeira vez em 1997 com Shiatsu, antes de minha formação em Acupuntura. Nesta época ainda não tinha meu consultório e os meus atendimentos eram em domicílio. No ano 2.000, voltei a atendê-la, desta vez em meu antigo consultório e com Acupuntura, os 2 atendimentos forem para tratar de dor lombar irradiando para a lateral da perna, pois ela é Fisioterapeuta atuante e na profissão as vezes é necessário uma ajuda. Ah sim! Muito importante! Em 1992 eu era paciente dela, minha Fisioterapeuta preferida que cuidou muito bem das minhas dores na cervical e lombar, provenientes de horas trabalhando em frente ao computador.  Bem! Vamos ao tratamento atual. Ela me procurou, pois, há 3 anos, estava na menopausa e transpirava muito encharcando toda a sua roupa e isso, além do incomodo que ela sentia devido ao calor, isto estava atrapalhando os seus atendimentos, causando um certo desconforto para os seus pacientes. Junto com a transpiração também havia alterações de humor (raiva e choro) e piora dos sintomas toda vez que tinha alguma preocupação. Já estava em tratamento com Florais e Homeopatia há algum tempo, mas não tinha obtido resultado. Minha opção de tratamento foi pela Acupuntura e, na primeira sessão, utilizei os pontos: Yintang, P7, IG11, IG4, F3, R3 e BP6 Na segunda sessão a paciente relatou que não percebeu nenhuma melhora dos sintomas. Repeti a mesma sequência de pontos. Na terceira sessão ela informou que teve uma melhora, pois os intervalos de crises estavam maiores e com menos intensidade. Desta vez incluí os pontos B20, B23 e VG4 no tratamento. banner blog - curso agulhamento na dor Durante a quarta sessão, ela contou que estava bem até dois dias antes do tratamento, mas teve uma crise devido a um estresse familiar. Repeti a mesma sequência de pontos da última sessão. No quarto atendimento ela já estava há 3 dias sem grandes crises, os episódios estavam mais suaves e vespertinos. Estava contente, pois as pessoas já percebiam a mudança. Repeti os postos e acrescentei o E36. Ficamos 2 semanas sem tratamento, devido uma impossibilidade minha. No retorno do tratamento ela comentou do efeito da última sessão, estava mais disposta e voltou a correr. Creditou isso ao ponto da última sessão (E36), pois foi a única ação diferente. Expliquei que realmente era este o objetivo e mantive o tratamento da última sessão. Atualmente, após 8 sessões, a paciente está certa que a Acupuntura foi eficaz no seu tratamento, mantendo a transpiração regulada, mesmo quando tem algum tipo de estresse. Fiquem a vontade para comentarem e pedirem ajuda nos seus tratamentos, estou sempre disponível para isso.

Saiba mais

Acupuntura no Tratamento de Tendinite do Cotovelo

acupuntura-cotovelo Paciente com queixa principal tendinite no cotovelo direito, bem localizada e não refletindo para outros locais. A lesão ocorreu devido a um movimento brusco durante a reação a um assalto. Como falei em outro Post, não gosto de descrever meus tratamentos como "casos", pois cuido um ser integral, então não é um caso, é uma pessoa. O assalto havia ocorrido há 4 meses e, desde então, vinha se tratando com gelo e remédio injetável (não soube informar qual). Ele tinha 28 anos na época e a dor ocorria somente durante o movimento. Havia operado as amígdalas e o tendão de aquiles devido a uma torção. não fumava, bebia eventualmente e não era usuário de drogas Iniciei o tratamento com a Acupuntura utilizando os seguintes pontos: ID8 (direito), TA10 (direito), IG11 (direito), ID7 (direito), ID4 (direito), F3, além de pontos Ah Shi da região.  banner blog - curso agulhamento na dor Na segunda sessão o paciente relatou aumento da dor, nos 2 dias seguintes, voltando ao nível inicial no terceiro dia. Repetia a sequência de pontos utilizados na primeira sessão. O paciente informou na terceira sessão que não teve as mesmas dores da primeira vez e estava sentindo melhora no nível da dor. Na quarta sessão o paciente não se queixada de dor no cotovelo, mas apresentava dor no joelho direito, esta surgiu durante um exercício, mas isso é para um outro relato.

Saiba mais

Acupuntura no tratamento da Ansiedade

Ansiedade A paciente procurou a Acupuntura, após várias tentativas sem sucesso em outras terapias, para tratamento de ansiedade. Na época ela tinha 65 anos e, além da Ansiedade, tinha como queixas principais Colite e Depressão. Na anamnese informou que a mãe e a prima materna tinham Alzheimer e não tinha nenhum dado em relação ao seu pai, assim como, a este ramo familiar. Também não fumava e nem utilizava álcool ou drogas, não teve filhos e nenhuma gravidez. Acorda cansada, mas melhora após o café. A transpiração era pouca e quando suava era no pescoço e tronco abaixo dos seios. Tinha estrabismo, miopia, astigmatismo, catarata e perda de audição no ouvido direito. Durante a anamnese a paciente deixou transpassar um certo rancor com relação a mãe, esta de origem alemã tinha uma forma bastante rígida na forma de criação que afetou a formação da paciente. Ela aparentava mais idade que a biológica, apesar de muito ativa, e era muito abaixo do seu peso ideal. O diagnóstico inicial foi de Estagnação do Qi do Fígado e Deficiência do Sangue do Coração, por ser uma paciente idosa e trabalhei também no fortalecimento de sua essência. O tratamento teve as seguintes premissas:

  • Tonificar o Sangue
  • Pacificar a Mente
  • Dispersar o Fígado
Os principais pontos utilizados foram: Yintang, CS6 (esquerdo), F3 (direito), IG4 (direito), BP6 (esquerdo) e R3. Optei por poucos pontos em virtude da aparente debilidade da paciente. Durante o tratamento a paciente apresentou um melhora evolutiva em sua queixa principal, sendo que, a partir da quinta sessão, não relatava mais a ansiedade e depressão e sim dores musculares e nas articulações próprios da idade, que foram cuidadas conforme eram relatadas. O primeiro atendimento da paciente foi em 2003 e durante cerca de 1 ano ela veio regularmente ao consultório para tratamento e, durante este período, relatou um aumento de sua massa óssea que creditou ao tratamento.   paciente retorna sempre que necessita de novos cuidados. banner blog - moxa

Saiba mais