(21)2245-6085 - WhatsApp (21)96530-4354 - faleconosco@espacoartedecurar.com.br

Os certos

Há terapeutas que sempre se acham certos em seus tratamentos, não se atentam para as observações de seus pacientes, afinal, ele é o profissional, estudou para isso e o paciente não.

Acredito que isso é falta de empatia com o outro, isto é, com o paciente.

Eu sempre escuto muito meus pacientes, eles são muito importantes e as suas observações são sempre muito bem-vindas. Quando ele reclama de algum ponto, seja por doer ou causar qualquer tipo de incomodo. Sempre que acontece isso, eu não coloco o ponto. Cabe ao terapeuta saber outras combinações de pontos para o tratamento e isso se consegue através do estudo, muito estudo.

Normalmente esse profissional também leva assim a sua vida pessoal, acreditando que ele está certo e os seus amigos, parentes etc. estão errados, ele acredita que é um absurdo e acaba se afastando de todos. Ele pensa que os outros que têm que se adequar a ele, afinal, ele está certo.

Este profissional, se tem esta conduta deve, em minha opinião, procurar um tratamento. Acredito que deve ser multidisciplinar, com Acupuntura, tem excelentes combinações de pontos para tratar esta desarmonia e com Psicologia, que é muito importante.

Um terapeuta deve sempre estar muito bem de saúde, tanto física quanto mental, o nosso equilíbrio é muito importante para efetuarmos o nosso trabalho com maestria.

Você é terapeuta? concorda comigo ou tem uma opinião diferente da minha? Fale aí vamos debater este assunto.

Tags: , , , , , ,
 

4 Comentários

  1. Bom Dia Aldemir!!
    Acertei seu nome, costumo lhe chamar de Ademir; um amigo querido de Curitiba.
    …Ao estudar MTC, vamos NOS descobrindo!!
    Precisamos primeiro nos equilibrar, Física e emocional (estou tentando).
    Se DOI a aplicação da agulha, está inserida errada…basta corrigir.
    Há pacientes ultra sensíveis ha que se considerar!!!
    Sucessos e abs.

    • Sim, mas caso ele não queira aquele ponto eu não coloco. Respeito a opção do paciente existem vários pontos e uma infinidade de combinações que podemos utilizar, ele é o dono do corpo então ele tem o direito de opção, e cabe-nos estudar outras combinações para o tratamento.
      Abraços,

  2. O diagnóstico depende 80% da queixa do paciente

    • Não sei se seria este o percentual, mas temos vários outras formas de diagnóstico, tais como, observação, palpação, olfação etc. que na maioria das vezes não são relatadas pelo paciente.

Deixe o seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

WordPress spam blocked by CleanTalk.